Carisma

Para o carisma do IMSS, tudo tem seu princípio na Encarnação do Verbo.  Este é um dos assuntos mais complexos da teologia cristã. Sem exageros, poder-se-ia dizer que se trata da questão mais distintiva da teologia, pois de fato o que prevalece nas outras religiões, em geral, é o fato de o homem ir ao encontro de Deus. Na teologia cristã, o ponto-chave é a fé num Deus que vem ao encontro do homem, com um agravante, esse Deus assume a carne humana no seu complexo radicalismo como vem expresso no Evangelho de João: “E o verbo se fez carne”.

Os missionários servos do Senhor compreendem em seu carisma que a grande acolhida redentora acontece desde a manjedoura, desde a Encarnação do Verbo, quando o Filho de Deus assume completamente a condição humana. Aqui está um ponto crucial do carisma, Jesus, sendo homem com seu olhar de homem-Deus fez com que Ele percebesse cada ser humano na sua individualidade, assim é a experiência de cada frade do IMSS, olhar para cada ser humano na sua individualidade, ou seja, olhar com os olhos de Jesus.

A paterna bondade de Deus tem um rosto, é o Cristo, que nos evangelhos revela o amor do Pai em seus gestos e ações. A exemplo de Cristo, o Missionário Servo do Senhor, busca pela meditação das Sagradas Escrituras revelar a Paterna Bondade de Deus. Busca-se ver no Servo de Isaías, a beleza do dom da obediência, que os faz cantar como Paulo o hino cristológico de Filipenses, pois ser servo é reconhecer o senhorio de Cristo na vida e ações. É deixar a Encarnação do Verbo atualizar-se pela Acolhida Redentora no cotidiano da vida.